5 dicas para ensinar crianças a lidar com dinheiro

Em tempos de crise, gastar requer muito cuidado. Mas, independente de qualquer situação econômica, é muito importante ensinar as crianças, desde cedo, a entender o valor das coisas e como lidar com o dinheiro. Também é uma forma de ensinar a responsabilidade e a importância do planejamento. Uma pesquisa realizada pelo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC Boa Vista) revela que 88% dos brasileiros consideram “muito importante” a educação financeira de crianças.

Então, vamos lá! Quer trabalhar a educação financeira com seus alunos ? Você pode usar o jogo Tempo de Mudança, da Matific, que trabalha a noção de centavos e trocos.

tempo de mudança

Se você não tem computador na classe, pode criar um ambiente de mercado na sala de aula, utilizando embalagens como: sabão em pó, caixa de cereal, caixa de suco, etc. Discuta com o grupo quanto deve custar cada produto, desenvolvendo a noção de preço de acordo com o que está sendo vendido. Em seguida, os alunos podem criar as etiquetas de preços para cada produto.

tabela dinheiro realO dinheiro – notas e moedas – pode ser produzido pelas crianças, ou você pode usar esta tabela ao lado, com notas e moedas de valores variados. Você pode dar uma tabela para cada um, mostrar as características reais de cada nota para que posam colorir e começar as compras!

Veja 5 dicas para ensinar o valor do dinheiro às crianças:

  1. Dar mesada: independente do valor escolhido, dar mesada ajuda a criança a administrar o dinheiro.
  2. Planejar: para conquistar algo desejado, ensine a criança a fazer planos para a mesada. Assim irá aprender a economizar até juntar o valor necessário.
  3. Fazer compras juntos: levar as crianças ao supermercado para uma aula real de economia é excelente. Você pode mostrar que começa planejando a lista de compras para gastar menos, escolhe os produtos em promoção e alimentos da época.
  4. Ser generoso: mostre para a criança que, antes de algo novo entrar, algo velho tem que sair. Assim ela poderá ver se precisa ou não do novo e, tirando do armário, poderá doar a quem não tem.
  5. Dar o valor: comida, roupas, brinquedos, tudo deve ser respeitado. Cuidar para que os objetos durem mais e aproveitar bem os alimentos é também aprender a dar valor.