“Resolva o problema”: Uma maneira fácil de transformar o “não posso” em “eu posso!”

images

É um refrão comum nas escolas de todo o país: “Eu não posso fazer isso.” Eu ouço isso na sala de aula e ouço em casa com meus filhos. Ouço muitas vezes antes que a criança tenha sequer olhado para o problema que está na frente dela. Às vezes ouço isso que depois que a criança ter feito 5 exercícios consecutivos do mesmo tipo corretamente.

Eu vou admitir que esse tipo de lamentação derrotista está na minha lista de implicância pessoal. “Por que estamos criando uma geração de crianças que não estão dispostas a tentar?” Eu acho. “Por que as crianças não assumem que podem resolver um problema e começam com uma sensação de ‘oh sim, eu posso”, em vez de’ oh não, eu não posso?”

Mas eu avancei além deste tipo de pensamento, e eu estou aqui para dizer que há algo que concreto que nós, como professores, podemos fazer para ajudar as crianças de todas as idades, classes, habilidades, interesses e atitudes a avançarem além disso também. E ao fazermos essa coisa simples, podemos simultaneamente ajudar estas crianças ser alunos, trabalhadores, pais e cidadãos mais bem preparados. Em suma, uma coisa simples tem o potencial de mudar suas vidas.

Agora, eu sei que você está se perguntando que esquema eu vou propor, quanto vai custar, e quão difícil vai ser para implementar em sua sala de aula, então deixe-me ir direto ao ponto. Tudo que você tem a fazer é dizer três palavras simples: “Resolva o problema” sempre que você ouvir um “eu não posso fazer isso” em sua sala de aula.

Aqui está como funciona. A criança olha para um problema de matemática e solta: “Eu não posso fazer isso.” Você diz, ”Tudo bem”. Mas descubra um método que você pode usar para resolver este problema. ” Você pode até debater alguns exemplos com a classe para que haja um banco de soluções de problemas já preparadas listadas em algum lugar em sua sala de aula. Aqui estão alguns exemplos sugeridos pela minha classe: Peça ajuda a um amigo. Olhe para outros exemplos. Google. Pergunte ao professor. Divida o problema em partes menores. Procure em um livro.

Uma vez que você tenha uma lista, você pode pedir para a Criança A escolher um método que funcione para ele ou ela e resolver o problema na frente deles. Você pode ter que lembrá-los algumas vezes, mas “resolver o problema” vai se tornar um mantra que cada criança em sua classe vai aprender a reconhecer e responder.

Eu me tornei um grande fã de resolução de problemas, porque a resolução de problemas é a chave para praticamente qualquer desafio que estas crianças vão enfrentar em suas vidas. Eu sou grato ao currículo básico por ter tornado a tomada de resolução de problema uma prioridade. Eu gosto do poder que ser capaz de resolver um problema fornece ao aluno. Mas acima de tudo, eu adoro o modo como estou ajudando a lançar todos os meus alunos para o sucesso no futuro, dando-lhes as ferramentas que precisam para resolver um problema, não importa quão grande ou pequeno o problema possa ser, o que forma poderia tomar, ou quão velhos eles sejam quando o problema aparecer.